o-que-voce-precisa-saber-sobre-governanca-de-ti.jpeg

O que você precisa saber sobre Governança de TI?

O desempenho da sua empresa está cada vez mais ligado a segurança e eficiência proporcionadas por seu departamento de TI. A definição de uma série de protocolos que são capazes de garantir a eficiência de sua infraestrutura tecnológica é o ponto principal da governança de TI.

Conheça melhor seu funcionamento objetivos neste artigo.

Governança de TI x Governança Corporativa

Para entender o que é governança de TI é bom começarmos na governança corporativa, que segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) é o sistema pelo qual empresas são dirigidas, com o objetivo de aumentar seu valor. Governança corporativa é cuidar da saúde estrutural de seu negócio, ou seja, garantir que conselho, administração e diretoria convivam de forma harmoniosa e gerem juntos valor.

Desenvolver políticas de governança corporativa se fez necessário com o passar dos anos graças ao aumento da complexidade das organizações que acarretou em estruturas que precisam ser constantemente monitoradas.

Garantir o funcionamento da corporação frente a uma abertura de capital, por exemplo, demanda que seus processos sejam transparentes e governança corporativa define os padrões para que isto aconteça.

Um modelo de gestão específico para atender uma área tão estratégica

Com o passar dos anos, entretanto, o TI assumiu um papel estratégico no sucesso da governança corporativa. Como as informações financeiras estão atreladas a uma estrutura tecnológica é necessário que gestores tenham ferramentas para avaliar também sua transparência. Garantir a confiabilidade dessa informação é um dos aspectos fundamentais à governança de TI.

Governança de TI é o conjunto de responsabilidades que mantém a inviolabilidade dos dados de uma empresa, criando mecanismos de controle para que os técnicos executem seus trabalhos. Essas governanças funcionam em torno de alguns frameworks como o COBIT, da ISACA que sugere uma rotina de processos para garantir a segurança dessas informações.

Estes processos dizem respeito a solução de problemas, realização de auditorias externas e gerenciamento de incidentes para garantir o máximo controle possível a respeito da confiabilidade dos seus dados.

Eficiência e integridade nos dados que transitam por sua rede

Seguir os protocolos relacionados a governança de TI, independente do modelo escolhido por sua empresa é uma maneira eficiente de direcionar recursos. Sua adoção pode significar redução nos retrabalhos já que implementa checklists de qualidade em todas as etapas da sua tecnologia.

Investir em uma boa infraestrutura de governança de TI facilita a vida de gestores pois oferece uma visão mais detalhada do que cada profissional está fazendo. Isso é especialmente útil na hora de realocar pessoal e horas de trabalho, que podem ser melhor planejadas no futuro. Uma governança de TI eficiente vai garantir o desempenho de seus negócios e estabelecer critérios para que demonstrem melhorias constantes.

Escolher os protocolos certos: o papel do CIO

Adotar ou não um modelo de governança de TI existente é uma decisão de seu CIO, profissional também reconhecido como “governante de TI”. O desenvolvimento de um framework próprio pode incluir práticas existentes e se inspirar em metodologias utilizadas para garantir a eficiência dos seus processos.

Garantir o funcionamento deste framework é o grande desafio da governança e pode exigir flexibilidade de gestores que precisarão se adaptar de maneira contínua e educar a respeito dessas operações.

Agora que sabe o que é governança de TI fica clara a importância de implementar processos eficientes no que diz respeito a integridade dos dados de seu empreendimento.

Gostou deste conteúdo? Aproveite os comentários dessa postagem para tirar suas dúvidas e nos contar o que achou.

Share This:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *